Artigos

contacto visual - Contacto visual

Contacto visual

A nossa cultura enfatiza muito a capacidade de se estabelecer contacto visual. O facto de não se ser capaz de olhar alguém nos olhos significa que se está a mentir ou, de alguma forma, se está pouco à vontade com o que está a ser dito.

Quebrar o contacto visual

O contacto visual é entendido como um sinal de que se está com atenção, de que se está interessado no que está a ser dito. Se este for quebrado por períodos de tempo consideráveis, isto é interpretado como um sinal de que a pessoa em questão perdeu o interesse ou discorda do que está a ser dito. Se alguém com quem está a negociar parecer evitar o contacto visual, pode ser preferível abrandar e perder algum tempo para perceber quais são as suas
dúvidas.

Contacto visual como agressão

Embora encaremos o contacto visual como um sinal de abertura e interesse, o contacto visual contínuo é geralmente interpretado como sendo agressivo ou hostil. Os psicólogos chegaram à conclusão de que o nível adequado de contacto visual se situa na ordem dos 70%!

Mais sinais visuais

■ Se uma pessoa quebrar o contacto visual e olhar para cima, em geral estará a pensar, talvez reflectindo se algo fará sentido ou se lhe trará alguma vantagem. Se o fizer, é melhor não dizer nada e deixá-la pensar.
■ Se houver quebra de contacto visual e olhar para baixo, significa que está insegura, ou pouco à vontade, com o que foi dito. Deve perguntar-lhe o que a preocupa.

Em caso de dúvida, perguntar

Não deve encarar a leitura dos sinais emitidos por contacto visual de uma forma demasiado mecânica, pois um mesmo sinal pode ter significados muito diferentes em pessoas ou situações diferentes. Se observar um sinal que não compreende, deve esclarecer a situação perguntando algo como: «Há algo que não esteja certo?» ou «Ainda lhe parece bem?»

O DETECTOR DE MENTIRAS

E vulgar ouvir um pai ou uma mãe que tenta averiguar qualquer situação dizer ao filho: «Olha-me nos olhos e diz-me que não o fizeste.» Isto acontece, porque se admite, geralmente, que é mais difícil mentir quando se olha alguém nos olhos.

Grande parte da linguagem corporal é determinada culturalmente, e as linhas orientadoras sobre o contacto visual aqui fornecidas aplicam-se principalmente às culturas ocidentais.
Em outras culturas, os níveis adequados de contacto visual são muito mais baixos, e baixar os olhos é considerado um sinal de respeito e
deferência.